sexta-feira, 29 de julho de 2016

OS MOVIMENTOS DE TRABALHADORES DO CAMPO ALERTAM A SOCIEDADE SOBRE INTENÇÃO VENDE-PÁTRIA DO GOVERNO GOLPISTA!


UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DO ATRASO ECONÔMICO E SOCIAL DO BRASIL É A FALTA DE UMA REFORMA AGRÁRIA QUE LIBERASSE MÃO DE OBRA AGRÍCOLA PARA CONVERTER-SE EM TRABALHADORES ASSALARIADOS E PEQUENOS E MÉDIOS PROPRIETÁRIOS AGRÍCOLAS QUE ELEVASSEM NOSSO MERCADO INTERNO E VIABILIZASSEM UMA INDUSTRIALIZAÇÃO NO TEMPO DA PRIMEIRA E DA SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL PAÍSES COMO CHINA, JAPÃO, KOREA, INDIA ESTÃO SE CONVERTENDO EM GRANDES POTENCIAS ECONÔMICAS PORQUE CONTARAM COM ESTA BASE ECONÔMICA E SOCIAL SOBRETUDO DEPOIS DA 2A. GUERRA MUNDIAL. ESTA É UMA DAS RAZÕES PRINCIPAIS PELA QUAL A ÁSIA PODE SE CONVERTER NO CENTRO DINÂMICO DA ATUAL ECONOMIA MUNDIAL...

NO BRASIL AINDA ESTAMOS SUBJUGADOS A FORÇAS REACIONÁRIAS QUE IMPEDEM O NOSSO PLENO DESENVOLVIMENTO POR MAIS QUE SE DISFARCEM DE FORÇAS MODERNIZADORAS AS QUAIS NÃO SÃO MAIS DO QUE OS PODEROSOS DONOS DO MUNDO QUE NOS MANTÉM NUM BAIXO NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO QUE TRÁS CONSIGO A MISÉRIA, O ANALFABETISMO, A CONTENÇÃO DO POTENCIAL HUMANO DE NOSSO POVO.

O MOVIMENTO DOS SEM TERRA VEM LUTANDO DE MANEIRA CONSCIENTE E ORGANIZADA CONTRA ESTA SITUAÇÃO NÃO SOMENTE COM A OCUPAÇÃO DE TERRAS ABANDONADAS PELOS SEUS "DONOS" MAS TAMBÉM COM O DESENVOLVIMENTO DE UMA CONSCIÊNCIA SOCIAL DOS OCUPANTES E CONVERTENDO SEUS FILHOS EM MODERNOS ADMINISTRADORES E TRABALHADORES, EM ALIANÇA COM OS SETORES MAIS AVANÇADOS DE NOSSAS UNIVERSIDADES E CENTROS TECNOLÓGICOS.

É FUNDAMENTAL A ARTICULAÇÃO DOS SEM TERRAS COM A PASTORAL AGRÍCOLA, COM OS MOVIMENTOS SOCIAIS DO BRASIL E DO MUNDO, COM OS CENTROS MAIS AVANÇADOS DE PENSAMENTO CIENTÍFICO, SOCIAL E POLITICO.

NESTE SENTIDO, SEU PRONUNCIAMENTO SOBRE A PRESENTE CONJUNTURA DE "ARMAÇÃO" DE UM GOLPE PARLAMENTAR, APOIADO SOBRETUDO NO PODER DOS MEIOS DE OCUPAÇÃO E NAS FORÇAS DE REPRESSÃO PARA ABRIR CAMINHO AOS MAIS PODEROSOS EXPLORADORES DOS NOSSOS TRABALHADORES E DOS RECURSOS DO ESTADO BRASILEIRO ( COMO O CASO IMPRESSIONANTE DOS BANQUEIROS E FINANCISTAS QUE RECEBEM DE MÃO BEIJADA DO ESTADO BRASILEIRO MAIS DE 40% DOS GASTOS PÚBLICOS NA FORMA DE JUROS ESTRATOSFÉRICOS DE TÍTULOS PÚBLICOS EMITIDOS SEM NENHUMA DÍVIDA QUE O JUSTIFIQUE (O QUE IMPEDE O GASTO EM EDUCAÇÃO, SAÚDE, HABITAÇÃO, TRANSPORTE, DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO, ETC. - DISPONDO DE UMA LEI DE FALSO RIGOR FISCAL QUE SUBMETE TODO O POVO BRASILEIRO AOS INÚTEIS 5% DE NOSSA POPULAÇÃO QUE DETÊM MAIS DE 50% DA RIQUEZA DE NOSSO PAÍS. VERGONHA, TRISTEZA, CONFUSÃO IDEOLÓGICA, REINO DA MENTIRA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO!).

PUBLICO ABAIXO O CONTEÚDO DESTE MANIFESTO QUE DEVE SER LIDO CUIDADOSAMENTE POR TODA A NAÇÃO BRASILEIRA PARA COMPREENDER A EXTENSÃO DA AMEAÇA QUE REPRESENTA ENTREGAR O PODER DE MÃO BEIJADA PARA ESTES PODEROSOS REPRESENTANTES DO ATRASO E DA EXPLORAÇÃO DE NOSSO POVO. AJUDE A DIVULGÁ-LO E TRANSFORMÁ-LO NO ALERTA CORAJOSO DE NOSSOS TRABALHADORES SEM TERRA E NUM PODEROSO INSTRUMENTO DE CONSCIENTIZAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DE UM POVO ATURDIDO POR UMA CONTRA OFENSIVA REACIONÁRIA DE CARÁTER MUNDIAL.

OS MOVIMENTOS DE TRABALHADORES DO CAMPO ALERTAM A SOCIEDADE sobre intenção vende-pátria do governo Golpista!
Os movimentos de trabalhadores do campo e entidades da sociedade, vem a publico alertar ao povo em geral, às empresas e ao poder publico sobre as ameaças que estão veiculadas na imprensa (valor econômico 19 julho 16) que o governo Golpista do sr. Michel Temer vai propor alteração imediata da lei, para que seja possível a venda de terras aos capitais estrangeiros. Atualmente a lei permite a venda apenas até três módulos, que são pequenas áreas, e acima de 20 módulos, há necessidade de autorização do Senado, e está proibida terminantemente a venda de terras na área de fronteira, distante até 100 km de toda fronteira brasileira com os demais países. A liberação para venda de nossas terras ao capital estrangeiro, fere a Constituição, que preserva a soberania do povo brasileiro e das instituições públicas sobre nosso bem maior que é o território nacional. Vender terras, significa vender biodiversidade, água, bens naturais, subsolo e o controle de nosso território a capitalistas estrangeiros que não tem nenhuma identidade com os interesses nacionais. A venda dessas terras privadas vai beneficiar somente alguns latifundiários, ávidos pelo lucro fácil. E a venda a vista de suas grandes propriedades não significa nenhuma vantagem nem para agricultura nacional nem para a economia. O Ministro da agricultura justificou que a alienação de terras ao capital estrangeiro permitirá que os bancos estrangeiros financiassem aos grandes proprietários, e em caso de prejuízo eles teriam direito a ficarem com a terra, que hoje é proibido. Ora, essa lógica pressupõe então que os tomadores de crédito não pagarão e demonstra ainda maior oportunismo. Todos sabemos, que o sistema financeiro nacional tem oferecido crédito suficiente para todas as atividades do agronegócio. Conclamamos às Forças Armadas, ao Itamaraty e aos congressistas nacionalistas, que respeitem a soberania e nos ajudem a combater a mudança dessa lei proposta por um governo golpista e temporário. Alertamos aos potenciais compradores do capital estrangeiro, que os movimentos de trabalhadores do campo, não admitiremos essa possibilidade e em caso de se consolidar a medida vende-patria do governo golpista, transformaremos essas áreas, em prioridade número um de nossas ocupações, para destiná-las a reforma agrária, como manda a lei.

Em defesa do território brasileiro para os interesses do povo brasileiro! Contra as medidas do governo golpista, que só defende o lucro e o interesse do capital estrangeiro.

Brasília, de julho 2016

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST
Via Campesina do Brasil
Movimento dos Pequenos Agricultores - MPA
Comissão Pastoral da Terra - CPT
Movimento das Mulheres Camponesas

Nenhum comentário:

Busca